Início > eua.et, Nerdspace > Governo do EUA recebeu mensagens extraterrestre

Governo do EUA recebeu mensagens extraterrestre

Acreditem ou não, mas de forma estranha, como se tratasse de uma nova moda entre governos ao redor do mundo, a maior agência de segurança do governo dos EUA, a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA), decidiu de uma hora pra outra desclassificar um documento que parece confirmar a recepção de mensagens emitidos por uma inteligência extraterrestres; inclusive elaboram um guia para decodificar a comunicação.

Governo dos Estados Unidos admite ter recebido comunicação extraterrestre

A National Security Agency criou um novo arquivo com documentos que aparentemente confirmam a recepção de comunicação emitida por extraterrestres (estes documentos já foram divulgados extra-oficialmente há 5 anos). Curiosamente nos últimos dois meses tanto os governos britânico e francês, como o FBI, decidiram liberar informação relacionada à interação com vida extraplanetária, ciclo mantido pela revelação da CIA sobre o qual Kennedy solicitou informação sobre contatos alienígenas uma semana antes de que fosse assassinado. Mas este estranho ufo-fashion noticiário inevitavelmente convida qualquer uma a fazer questionamentos. Qual é a real agenda por trás desta súbita abertura ante este tema?

Entre a informação liberada após a ação civil “Citizens Against Unidentified Flying Objects Secrecy v. National Security Agency” pela NSA existe um documento particularmente interessante, o NSA Technical Journal Vol XIV No 1, folha número 41472, intitulado “Key To The Extraterrestrial Messages” (Chave às Mensagens Extraterrestres), apresenta uma série de 29 mensagens que foram recebidas desde o espaço exterior e que aparentemente foram emitidos por inteligência extraterrestre.
Governo dos Estados Unidos admite ter recebido comunicação extraterrestre

O documento foi escrito para tentar compreender as mensagens incluídas nesta comunicação extraterrestre. O mais notável deste artigo agora liberado é que não só confirma a existência de inteligência extraplanetária (da qual assombrosamente ainda muitos duvidam), senão que ademais confirma também o que muitos sugeriram durante décadas recentes: que o governo estadunidense mantém comunicação coerente com civilizações extraterrestres, inclusive provenientes além dos limites de nosso sistema solar. A seguir um extrato traduzido da transcrição da página 21:

“Recentemente uma série de mensagens de rádio foram registradas provenientes do espaço exterior. A transmissão não foi contínua, senão entrecortada em fragmentos por pausas que poderiam ser consideradas como unidades já que eram repetidas em várias ocasiões. As pausas definem um tipo de pontuação incluída na mensagem. As múltiplas combinações foram convertidas em letras do alfabeto para que as mensagens fossem traduzidas em texto. Cada mensagem, exceto a primeira, foi registrada só uma vez. O número serial das mensagens foram previstas com cada referência”.

Governo dos Estados Unidos admite ter recebido comunicação extraterrestre

Trata-se de uma espécie de propedêutico psicomassivo para finalmente, depois de décadas de desinformação, inteirar-nos com clareza sobre o status da relação entre a raça humana e civilizações extraterrestres? Ou, simplesmente estamos em frente a uma campanha propagandística a mais para distrair a atenção pública de acontecimentos ou decisões que afetariam plausivelmente nosso futuro imediato por causa da crise naquele país?

Anúncios
Categorias:eua.et, Nerdspace
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: