Início > Desenvolvimento, Programação > Estruturas – Programação #8

Estruturas – Programação #8

De acordo com que foi dito acerca da programação estruturada, as generalidade das linguagens de programação implementam um conjunto de estruturas padrão que tornam mais fácil a concepção de um programa e a sua análise.
Estas estruturas são:
  • Estrutura de sequência simples
  • Estruturas de selecção ou derivação
  • Estruturas de repetição ou iteração
  • Estrutura de salto
Vamos agora estudar estas estruturas, apresentando-as nas suas formas de pseudocódigo e fluxograma.  Posteriormente veremos a sua implementação em linguagens de programação, as linguagens C e C++.
Estrurura de sequência Simples
Numa estrutura de sequência simples, temos apenas um sequência de declarações que serão executadas sucessivamente.
Sequência
     declaração 1
     declaração 2
     declaração 3
fim sequência

Estruturas de Selecção ou derivação
Existem duas estruturas de selecção:
  • Estrutura de selecção simples   (estrutura Se ou If)
  • Estrutura de derivação   (estrutura Case)
Estrutura de Selecção simples
Na estrutura de selecção simples, a declaração a ser executada de seguida depende do resultado da condição.  Se a condição for verdadeira será executada a declaração A e se a condição for falsa será executada a declaração B.
Selecção
Se Condição então
        executa A
    senão
         executa B
fim selecção
Havendo necessidade de executar mais do que uma instrução em cada ramo, o algoritmo pode assinalar esse facto acrescentando as declarações de inicio e fim para delimitar o grupo de declarações a serem executadas.
Se (condiçãoentão
     inicio
          …    
          declarações
          …
     fim
Senão
     inicio
          …    
          declarações
          …
     fim

Estrutura de Derivação (CASE)
Na estrutura de derivação ou estrutura Case se a variável for igual ao valor V1, então será executada a declaração A, se for igual ao valor V2 será executada a declaração B e assim sucessivamente.
Derivação
Caso E igual A
     V1:  executa A
     V2:  executa B
     V3:  executa C
     V4:  executa D
fim derivação

Note que também nesta estrutura, se tivermos de executar uma sequência de declarações, podemos utilizar os delimitadores, inicio e fim.

Existem três estruturas de repetição ou iteração:
  • Estrutura de repetição FOR
  • Estrutura de repetição WHILE DO
  • Estrutura de repetição  DO UNTIL
Estrutura de repetição FOR
Esta estrutura permite criar um ciclo de repetição controlado por uma variável,, que assumirá todos os valores entre um valor inicial e um valor final, incrementando-se ou decrementando-se a si própria de um valor passo x.
Ciclo For
Para  variável = valor inicial  até  valor final  compasso x faz
      declaração A
fim ciclo

Também nesta estrutura, se tivermos de executar uma sequência de declarações, podemos utilizar os delimitadores, inicio e fim.

Estrutura de repetição While Do
Nesta estrutura, enquanto a condição permanecer verdadeira, são executadas as declarações A e B, sendo que quando não for satisfeita sai do ciclo e continua o programa.
De notar que, se a condição nunca for satisfeita, nunca serão executadas as declarações do ciclo.
Iteração While
     enquanto Condição faz
         inicio
           declaração A;
           declaração B;
         fim
fim iteração


Estrutura de repetição Do Until
Nesta estrutura, as declarações A e B até que a condição seja satisfeita.   Neste caso, contrariamente ao anterior, as declarações serão executadas pelo menos uma vez.
De notar também, que algumas linguagens como a C e C++, a condição é invertida e as declarações são executadas enquanto a condição for verdadeira, (Do While).
Iteração Until
     inicio
         declaração A;
         declaração B;
     fim
     até Condição
fim iteração

Estrutura de salto (condicional)
Nesta estrutura o fluxo normal do programa é desviado para o ponto designado por X, quando satisfeita a condição, caso contrário continuará com a execução das declarações A e B.
Salto
     Se condição vai para X
        inicio
           declaração A;
           declaração B;
        fim
fim iteração

A propósito de cada uma das estruturas referidas, existem exercícios de aplicação que deve analisar cuidadosamente para entender o âmbito da sua aplicação.
Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: